segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Anote aí 61: Sozinhos; Grátis; Web; Futebol; Marcas

BURGARELLI, Rodrigo. Número de brasileiros sozinhos triplica em 20 anos. Já são 6,9 milhões 500 mil casas de SP têm 1 só morador. Embora a média da capital paulista, de 14,1% dos lares, seja menor que a de outras grandes cidades, situação já preocupa especialistas. O Estado de S. Paulo, 24 de julho de 2011, Caderno Cidades/Metrópole, pp. C1-C3.   


MENDONÇA, Camila. Produto grátis vira arma para pesquisa – Em lojas especializadas, empresários podem testar itens e obter relatório sobre a aceitação de consumidores. Folha de S. Paulo, 31 de julho de 2011, Caderno Negócios, p. 4.   


GHIURGHI, Flavia. Negócios na web Cada vez mais, o universo virtual desponta como um dos investimentos mais promissores. Gestão & Negócios, nº 34, pp. 52-59.


FURTADO, Jonas et al. Estratégia de pouco fôlego Tendência entre os grandes clubes, o loteamento do uniforme garante receitas milionárias. O expediente traz resultados no curto prazo, mas inibe o relacionamento mais amplo com patrocinadores. Meio & Mensagem, ano XXXIII, nº 1473, 22 de agosto de 2011, p. 28.


NOVAES, Vinicius. Marcas da diversão Pesquisa revela o crescimento do mercado de games no Brasil, que abre portas para grandes empresas estamparem suas marcas para um público composto por 35 milhões de jogadores. Marketing, ano 44, nº 462, julho de 2011, pp. 28-33.

Marcadores: , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

domingo, 28 de agosto de 2011

Anote aí 60: E-commerce; Investidor; Preços; Gays; Tecnologia

HAUSSER, Fernando. Aberto 24 horas, sete dias por semana! E-commerce atravessa uma de suas melhores fases no Brasil, com um crescimento anual de 30% e previsão de faturar R$ 20 bilhões em 2011. Marketing, ano 44, nº 462, julho de 2011, pp. 60-64.


ROVANI, Andressa. Uma idéia na cabeça, um projeto na mão e a bênção de um anjo Novas empresas ganham vida com o apoio de um tipo especial de investidor, que se torna sócio enquanto o negócio se consolida. O Estado de S. Paulo, 17 de julho de 2011, Caderno Oportunidades, p. 3.


DEURSEN, Felipe Van. A ciência dos preços Todo mundo sabe que promoções são truques para nos fazer gastar mais e que preços terminados em “99” são tática manjada. Mas a verdade é que elas – e tantas outras – funcionam e nos fazem comprar mais, consumir mais. E nos deixam mais felizes. Saia por quê. Superinteressante, n.º 294, agosto de 2011, pp. 66-71.


NAVARRO, José Gabriel. Sensibilidade para sair do armário A despeito da maior tolerância na sociedade, poucas marcas falam abertamente com gays, lésbicas e transexuais, que juntos consomem R$ 150 bilhões ao ano. Meio & Mensagem, ano XXXIII, nº 1464, 20 de junho de 2011, pp. 30-31.


PARENTE, Milena. Otimize o trabalho e reduza os custos - A dica é pesquisar aplicativos que auxiliem nas atividades de sua empresa. Com o avanço tecnológico, o número de programas cresce a cada dia e há opções que se adaptam a todo tipo de negócio. Gestão & Negócios, nº 33, pp. 76-80.

Marcadores: , , , , , , , , , , , , ,